Início Dados do Município Galeria de Imagens Buscar Matéria Áudio Notícias Fala Cidadão Serviços Concursos Portal Transparência
Coleta seletiva de lixo é tema de campanha em Caarapó
17 de outubro de 2014 às 16:17
Participantes da campanha de coleta seletiva preparam bags para distribuir entre os moradores; coleta seletiva começa pelo Jardim Santa Marta / Foto: José Carlos
Uma campanha de coleta seletiva de lixo, desenvolvida pela prefeitura de Caarapó, em parceria com a Guarda Mirim local, foi realizada nos bairros Santa Marta I e II no dia 14 deste mês. O projeto consiste na separação do lixo seco e úmido por parte da população, com recolhimento diferenciado pela prefeitura. 
 
De acordo com o engenheiro ambiental Gustavo Becker Modesto Silva, do Departamento Municipal de Meio Ambiente, que coordena a campanha, a coleta do lixo úmido, como cascas de frutas, restos de comida e lixo de banheiro, continuará da mesma maneira. “Já a coleta do lixo seco - papel, plástico, vidro e metais - ocorrerá nas quintas-feiras pela manhã com frequência ainda a ser definida”, explicou, acrescentando que a ideia é promover a coleta semanalmente ou a cada quinze dias.

O coordenador observou que a Guarda Mirim teve importante participação no projeto. “Os alunos da instituição fizeram a entrega de panfletos em cada residência e recipientes para armazenamento dos materiais recicláveis”, disse. O recipiente adotado para armazenamento é o bag. “Como se pretende reduzir o uso de sacolas plásticas, o bag será empregado como uma possível solução visto que pode ser utilizado diversas vezes e tem capacidade para grandes volumes. Caso não seja viável o seu uso, outros recipientes para armazenamento como sacos de estopa ou ráfia serão adotados”, explicou.  

Em relação à participação da Guarda Mirim, o coordenador da entidade, Nilton Marques, afirmou que a instituição está sempre à disposição para projetos de interesse da sociedade. “Esse projeto tem grande apelo popular e estaremos sempre à disposição para colaborar”, disse.

Na visão do coordenador do projeto, o Jardim Santa Marta foi escolhido porque a população do lugar já foi alvo uma campanha semelhante promovida pela escola Cândido Lemes há alguns anos. Entretanto, o objetivo é conscientizar toda população para que futuramente a coleta seletiva seja uma lei de âmbito municipal e todos sejam beneficiados com o projeto. “Ainda que o caminhão recolha todos os resíduos juntos, o munícipe já pode iniciar a separação em casa, pois mais materiais podem ser reaproveitados por meio da reciclagem e compostagem”, orientou o coordenador Gustavo Becker.  

O prefeito Mário Valério observou que essa é apenas uma experiência, a partir da qual o modelo será levado aos demais bairros da cidade. “Precisamos adotar medidas de desenvolvimento sustentável, preservando o meio ambiente para as gerações futuras”, concluiu. De acordo com o dirigente, deverá ser elaborada uma legislação específica sobre a coleta seletiva. “Antes, porém, vamos buscar a conscientização sobre a importância do processo para o nosso meio ambiente”, concluiu.

 
Mais Notícias
Advertisement
Advertisement