Início Dados do Município Galeria de Imagens Buscar Matéria Áudio Notícias Fala Cidadão Serviços Concursos Portal Transparência
Abertas as inscrições para o cargo de conselheiro tutelar em Caarapó
30 de junho de 2015 às 10:20
O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Caarapó abre nesta quarta-feira (1º) as inscrições para o cargo de conselheiro tutelar do município.

O concurso tem por objetivo selecionar pessoas para exercerem a função para o período de 2016 a 2020, que farão uma prova escrita sobre conhecimentos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

As inscrições estarão abertas até o dia oito de julho, no horário de 8h às 11h, no Centro da Criança Osvaldo Jeronymo, situado na Avenida Dom Pedro II, 1280, devendo o interessado apresentar cópias da cédula de identidade, do CPF, do certificado de reservista, do título eleitoral com comprovante do voto na última eleição, comprovante de escolaridade do 2° Grau (ensino médio), comprovante de residência, cópia da carteira de habilitação para condução de veículos automotores, certidão negativa criminal e cível nos últimos cinco anos, ter experiência comprovada de no mínimo dois anos no trato da criança e do adolescente. Esta experiência será atestada da seguinte maneira: o candidato deverá apresentar no ato da inscrição os documentos atestando sua experiência no trato com a criança e o adolescente, atestada por entidade e que contenha as seguintes informações relativas ao período em que atuou diretamente com crianças e adolescentes na entidade, descrição das atividades desenvolvidas com crianças e adolescentes. Esta declaração deverá ser assinada pelo presidente ou responsável pelo órgão, com firma reconhecida.
 
Prefeitura de Caarapó recupera ruas da sede do município
30 de junho de 2015 às 09:17
Foto: Dilermano Alves - Prefeito Mário Valério e secretários Odenilson Romeiro e Jorge Tadeu Lopes durante vistoria às obras de recuperação de ruas, em Caarapó
A Secretaria de Obras e Serviços Urbanos da prefeitura de Caarapó está executando um plano de recuperação das ruas da sede do município. Trata-se de patrolamento das vias urbanas e encascalhamento dos pontos críticos de algumas ruas da cidade.
 
O secretário Odenilson Romeiro informou que até a última terça-feira (30) a maioria das ruas já havia recebido serviços de patrolamento. Receberam serviços de revestimento com cascalho as ruas Estrela da Manhã, Estrela de Davi, Rui Barbosa e Travessa do Amor, no Jardim Adonai. Na Vila Planalto, as ruas Fernando Correa da Costa, Marechal Rondon, Ezildo Marques e Santos Dumont receberam serviços de igual natureza. Ainda na Vila Planalto, nas proximidades do Centro Municipal de Educação Infantil Júlio Ushigima, a Sanesul executou obras de esgotamento sanitário, por indicação do prefeito Mário Valério (PR), resolvendo um problema que há muito tempo perdurava no local, que era o esgoto a céu aberto. Agora, os moradores deverão efetuar as ligações de esgoto doméstico para evitar o vazamento de fossas.
 
De acordo com o prefeito de Caarapó, os serviços de recuperação de ruas chegariam ao Jardim Aprazível nesta terça-feira, mas a chuva que caiu sobre a cidade impediu o início dos trabalhos. “Logo que o tempo permitir, as máquinas estarão atendendo aquele bairro”, garantiu Mário Valério.
 
O prefeito de Caarapó explicou que a prefeitura possui projetos para asfaltar todos os bairros da cidade. Para viabilizar as obras, o dirigente caarapoense está recorrendo ao governo federal, com intermediação dos parlamentares de Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional, como ocorreu na semana passada, quando Mário Valério viajou a Brasília atrás de recursos.
 
A administração municipal de Caarapó encaminhou uma série de demandas aos deputados federais e senadores de Mato Grosso Sul, com destaque para obras de drenagem e pavimentação asfáltica em todas as regiões da cidade e distritos de Cristalina e Nova América. Conforme o prefeito, a intenção é aprovar recursos para obras de infraestrutura em todos os bairros. “Para isso, estamos constantemente em Brasília, debatendo as demandas com os nossos parlamentares, que têm dado uma resposta satisfatória em relação aos nossos pedidos”, disse Mário Valério.
 
Entretanto, o corte de recursos no Orçamento da União recentemente anunciado pelo governo federal tem dificultado a execução de obras nos municípios de pequeno porte - como é o caso de Caarapó – que sofrem com a queda de arrecadação. “Com a ajuda dos nossos parlamentares, certamente vamos conseguir superar esses obstáculos e realizar as obras que a população tanto anseia e necessita”, concluiu Mário Valério.
 

 
Prefeitura de Caarapó reforma e amplia espaço do CRAS Urbano
30 de junho de 2015 às 12:31
Foto: Dilermano Alves - Prefeito Mário Valério e assessores durante visita às obras do CRAS Urbano de Caarapó
A Secretaria de Obras da prefeitura de Caarapó está concluindo a reforma e ampliação do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da área urbana. O local passa por importantes intervenções na sua estrutura física.
 
De acordo com o secretário de Obras, Jorge Tadeu Lopes, o espaço está sendo beneficiado com a construção de três salas de atendimento. O salão de eventos também está sendo ampliado, além da instalação de portas de vidro e outras adequações. O sistema elétrico também está passando por uma revisão geral. A brinquedoteca passa por reestruturação e todo o calçamento está sendo reformado. O prédio receberá pintura nova.
 
Em recente vistoria às obras, o prefeito Mário Valério (PR) defendeu a execução dos serviços, afirmando que o CRAS é um importante ponto de atendimento às pessoas que frequentam o local para atividades dos projetos e programas oferecidos pela Secretaria Municipal de Ação Social. “Era urgente que tivéssemos um lugar para atender as pessoas com todo o conforto necessário ao seu bem-estar, bem como com boas condições para que os funcionários pudessem prestar um atendimento em um local com boas condições de trabalho”, destacou o prefeito.
 
CRAS
O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é uma unidade pública estatal descentralizada da política de assistência social sendo responsável pela organização e oferta dos serviços socioassistenciais da Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios e Distrito Federal. Representa a principal estrutura física local para a proteção social básica, desempenha papel central no território onde se localiza, possuindo a função exclusiva da oferta pública do trabalho social com famílias por meio do serviço de Proteção e Atendimento Integral a Famílias (PAIF) e gestão territorial da rede socioassistencial de proteção social básica.
 
No CRAS de Caarapó funcionam importantes programas, projetos e serviços de atenção às pessoas, como o Serviço de Protyeção e Atendimento Integral à Família (PAIF), que é o principal serviço do órgão. Trata-se de um trabalho de caráter continuado, que visa fortalecer a função protetiva das famílias, prevenindo a ruptura de vínculos, promovendo o acesso e garantia de direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.
 
O local também é sede do Cadastro Único, que é um instrumento de coleta de dados e informações que se configura como a porta de entrada para o cidadão ter acesso aos programas sociais.
 
O CRAS também é sede administrativa do Pronatec, que é um Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, que foi criado com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. 
 
No CRAS ainda funcionam os Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), como o SCFV para crianças de zero a 6 anos (Infância Feliz). O serviço desenvolve atividades com crianças e seus familiares com o objetivo de fortalecer vínculos e prevenir ocorrência de situação de exclusão social e de risco. Pauta-se no reconhecimento da condição peculiar de desenvolvimento deste ciclo de vida e pelo cumprimento dos direitos das crianças, numa concepção que faz do brincar, da experiência lúdica e da vivência artística, uma forma privilegiada de expressão, interação e proteção social. Destacamos inclusive que, com a reforma do CRAS, o Infância Feliz ganha um novo espaço para melhor atender os participantes do Serviço; SCFV para idosos (Projeto Conviver): é um serviço voltado para o público da terceira idade e que tem como objetivo promover ações baseadas nas características, interesses e demandas desta faixa etária, articuladas à vivência em grupo, às atividades artísticas, culturais, esportivas, de lazer e às experiências de vida de cada idoso, considerando sempre a centralidade da família e a importância dos vínculos familiares. O Conviver está implantado no município de Caarapó há 15 anos e é referenciado ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS I). O serviço atende diretamente cerca de 180 idosos, com atividades diversas distribuídas ao longo da semana, sendo o grande encontro das terças-feiras no CRAS Urbano, o mais tradicional.
 
O CRAS também é referência para outros projetos, como o Benefícios Eventuais, de caráter suplementar e provisório, prestados aos cidadãos e às famílias em virtude de nascimento, morte, situações de vulnerabilidade temporária e de calamidade pública, que possuem critérios e condicionalidades para serem ofertados; Brinquedoteca, espaço lúdico que, com a reforma do CRAS, está totalmente reestruturado para melhor atender não somente as crianças do Serviço de Convivência Infância Feliz, mas para a integração, a socialização, o brincar e a acolhida das crianças que frequentam o CRAS junto com as suas famílias; Programa Leite de Soja, que é desenvolvido com recursos próprios da Prefeitura, e tem por finalidade a diminuição da desnutrição infantil, a segurança e complementação alimentar das famílias. O Programa beneficia mais de 800 famílias consideradas em situação de vulnerabilidade social, crianças de baixo peso e com desnutrição e idosos, além disso, atende a unidades escolares municipais e entidades da assistência social do setor não governamental. Ao todo são produzidos mensalmente cerca de 12.000 litros de leite; Projeto Maria Maria, que tem como objetivo a organização de grupos de mulheres através de atividades socioeducativas e oficinas de artesanato que contribuam na economia doméstica e favoreçam seu protagonismo e autonomia; Projeto Vida Nova, cujo objetivo é realizar o acompanhamento das mulheres gestantes em situação de vulnerabilidade, visando a formação e orientação materna, a estimulação do aleitamento materno, a formação e fortalecimento de vínculos mãe-bebê, bem como o nascimento de crianças saudáveis e com maior qualidade de vida.
 

 
Mais Notícias
Advertisement
Advertisement
Advertisement
 
Advertisement